Livro: Boa Noite


Autor(a): Pam Gonçalves
Editora: Galera Record
Ano: 2016
ginas: 240
Valor: R$16,61 até R$30,00
Resenhado por: Carolina Vidal
Sinopse: Alina quer deixar seu passado para trás. Boa aluna, boa filha, boa menina. Não que tudo isso seja ruim, mas também não faz dela a mais popular da escola. Agora, na universidade, ela quer finalmente ser legal, pertencer, começar de novo. O curso de Engenharia da Computação - em uma turma repleta de garotos que não acreditam que mulheres podem entender de números -, a vida em uma república e novos amigos parecem oferecer tudo que Alina quer. Ela só não contava que os desafios estariam muito além da sua vida social. Quando Alina decide deixar de vez o rótulo de nerd esquisitona para trás, tudo se complica. Além de festas, bebida e azaração, uma página de fofocas é criada na internet, e mensagens sobre abusos e drogas começam a pipocar. Alina não tinha como prever que seria tragada para o meio de tudo aquilo nem que teria a chance de fazer alguma diferença. De uma hora para outra, parece que o que ela mais quer é voltar para casa.

Que tal, Carol?
Esse livro caiu na minha mão na hora certa. Como foi dito na sinopse, a Alina está deixando sua vida para ir embora para uma universidade federal em outra cidade. Assim como ela, eu estou nessa loucura atrás de faculdade e confesso que durante o livo me deu uma baita vontade de voltar correndo para o cursinho para passar em uma federal de outro estado.
O livro é muito fácil de ser lido, eu confesso que devorei em poucas horas e quando acabei sai correndo para verificar se a autora tinha outras obras publicadas. Então, esse foi meu primeiro contato com a autora, eu fiquei super encantada porque ela conseguiu em poucas páginas escrever uma história que lida com machismo, preconceito, vivendo o drama e ao mesmo tempo trazendo o romance!
A Alina com seus 18 anos, deixa sua família e irá fazer o curso de engenharia da computação na federal, ela é uma das poucas mulheres em sua sala, as quais sofriam muito preconceito por estarem em um curso que é rotulado para homem. Ela foi morar na república das loucuras (como era apelidado o local), o local era habitado pela Manu que fazia comunicação, a Talita que namorava o Bernardo que faziam administração e o Gustavo que fazia medicina, caiu dentro de um círculo de amizades super baladeiro deixando de ser a nerd.
Em meio a ocorrências de abusos sexuais, drogas em baladas, Alina consegue surpreender a todos com o seu jeito nerd!


Classificação: 


Espero que vocês gostem do livro. Se vocês tiverem a oportunidade de lerem, leiam! Vale muito a pena. Beijossss, até a próxima! 

6 Comentários

  1. Acho que sempre acontece aquela insegurança quando se está indo para a faculdade, né?! E ler livros dessa temática muitas vezes pode ajudar a gente haha.
    Gostei da resenha!

    Beijos.
    cantinhodaescritablog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é uma insegurança gigante. Eu adorei ler o livro e me deu uma baita vontade de começar logo minhas aulas.

      Excluir
  2. Não imaginava que o livro era assim, achei que fosse suspense, meu filho estava em outro estado na faculdade, mas não se adaptou e agora estamos vendo uma transferência para dentro de SP, é bem complicado morar fora sendo que sempre teve tudo tão perto. Não é qq um que consegue, admiro os que se adaptam.
    Sucesso em seu curso!

    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Queria muito ser uma dessas pessoas que conseguem se adaptar fora.
      Obrigada pelo carinho e pela visita!

      Excluir
  3. Ai se eu pudesse ter feito minha faculdade em outro estado !! Deve ser uma delicia a aventura de estar na faculdade e aprender a viver "sozinho". Adorei o livro e já quero ler!

    Beijos

    ResponderExcluir

Vai sair sem deixar um recadinho?
Não faz isso não, sua opinião é muito importante.